Blog da Construir

Atualize-se com informações sobre a nossa empresa.

10 Dicas Para Evitar Carrinhos De Compras Abandonados Em Seu E-commerce

23/11/2014

Os abandonos de carrinhos de compras são um grande problema para as empresas de e-commerce. Estima-se que ele ocorra em 65% dos processos de pagamento. Além disso, no ano de 2010 o abandono de carrinhos causou um prejuízo na ordem de 18 bilhões de dólares em vendas perdidas, segundo dados da Forrester Research.

A seguir 10 dicas para ajudar você a diminuir a ocorrência de carrinhos abandonados.

1. Velocidade de carregamento de página - A maioria dos consumidores não vai esperar mais do que 10 segundos para as páginas de sua loja virtual carregarem. Muitos, nem a metade desse tempo. Identifique e evite elementos que retardam o carregamento de página, como imagens, scripts e certifique-se de estar hospedado em um bom servidor.

2. Usabilidade – Seu site precisa ser fácil de navegar. Lembre que o objetivo é fazer com que os clientes se movam através dele facilmente. Disponibilize o recurso COMPRAR em todas as páginas e não coloque elementos que não sejam úteis aos clientes.

3. Objetivo - Todas as ofertas de produtos devem ter linguagem clara e direta. Forneça todas as informações nos processos iniciais de venda.

4. Disponibilidade - Assim que um cliente clica no botão para comprar um determinado produto, ele precisa saber se está no estoque. Ele pode se aborrecer se ficar sabendo da indisponibilidade somente no final do processo.

5. Custo de envio – 72% dos potenciais clientes não compram pelos altos custos de frete. Considere oferecer frete grátis para seus consumidores, ou pelo menos reduza seu valor o máximo que puder. Você deve ter em mente que oferecer entrega gratuita não é custo, é investimento, e um dos melhores em relação ao custo-benefício no e-commerce.

6. Registro - Muitas pessoas simplesmente não querem ter de cadastrar muitas informações para comprar. 34% dos potenciais compradores abandonam seus carrinhos de compras por causa disso. Seria sensato oferecer opção de compras sem cadastros.

7. Opções de pagamento – Você precisa mostrar as opções de pagamento ao longo do processo e não apenas no check-out. Além disso, mostre símbolos que tragam confiança, como certificados de segurança.

8. Ofertas adicionais – Quando o cliente está prestes a sair, lembre-o disso e faça uma oferta, como um desconto sobre os produtos que tem em seu carrinho de compras. Isso pode ser apenas o impulso extra que ele precisa para completar a venda.

9. Mantenha o processo simples e curto – A rotina de venda deve ser curta o bastante para não haver tempo de o cliente repensar a compra ou ficar frustrado com a duração de seu processo e sair. 41% dos compradores vão sair se o processo de compra é muito longo. Outros 27% dos compradores vão sair se o processo de compra é complicado, por este motivo, faça um projeto simples.

10. Minimize as distrações – Nas páginas do carrinho de compras, não coloque banners ou outras distrações ao processo de compra. Um anúncio com uma animação em flash pode quebrar a concentração do consumidor.

Lixo Eletrônico Crescerá 33% até 2017; Volume Anual Equivale a 200 Prédios

23/11/2014

O volume anual de lixo eletrônico crescerá 33% em todo o mundo e chegará a 65,4 milhões de toneladas até o final de 2017, segundo um estudo divulgado neste domingo (15) pela Step. Essa iniciativa reúne diversos representantes da ONU (Organização das Nações Unidas) na tentativa de combater o problema do chamado e-waste (e-lixo), cada vez mais comum em todo o mundo.

Se o crescimento se confirmar, diz a pesquisa, a quantidade anual de lixo eletrônico será equivalente a 200 Empire States (famoso prédio de Nova York, com 443,2 metros) ou 11 pirâmides de Gizé (no Egito). Ou, ainda, será suficiente para encher caminhões de 40 toneladas alinhados em uma fila imaginária, que ocupe três quartos da linha do Equador. O estudo classifica como e-waste refrigeradores, TVs, celulares, computadores, monitores, brinquedos eletrônicos e qualquer outro produto descartado que tenha bateria ou cabo.

Com o alerta, a Step divulgou um mapa interativo, que mostra a quantidade de e-lixo descartada em 184 países no ano passado (no total, foram 48,9 milhões de toneladas em 2012). Trata-se de uma média de 7 kg por pessoa, considerando população global de 7 bilhões. EUA e China registraram os volumes mais altos: 9,4 milhões de toneladas e 7,3 milhões de toneladas, respectivamente.

O Brasil ficou dentro da média de descarte por pessoa, com 7,06 kg. Na América Latina, os maiores valores ficaram com Chile (10,8 kg), Argentina (10,71 kg) e Uruguai (9,31 kg). Se considerados outros continentes, EUA tiveram 29,78 kg por habitantes em 2012, Reino Unido somou 21,82 kg, Japão registrou 21,49 kg, Coreia do Sul ficou com 19,22 kg e China, 5,36 kg (a alta densidade populacional justifica por que este país teve uma grande quantidade de lixo eletrônico). 

"Apesar de haver uma ampla quantidade de informações sobre o impacto negativo do lixo eletrônico no ambiente e saúde, a falta de dados abrangentes dificulta o dimensionamento do problema", afirmou Ruediger Kuehr, secretário-executivo da Step e representante da Universidade das Nações Unidas. Segundo ele, a constante atualização deste mapa de lixo eletrônico ajudará a aumentar a consciência sobre o problema, além de criar novas políticas públicas e privadas.

Empreendedorismo Virtual: Como Alavancar Seus Negócios Na Internet

23/11/2014


 

A mudança de hábito dos consumidores é uma realidade. Essa afirmação pode ser constatada mediante os diversos cases de sucesso que podem ser visualizados no mundo virtual.

O fato é que os consumidores estão cada dia mais se tornando “e-consumidores”, ou seja, é bastante comum que as pessoas antes mesmo de sair de casa para comprar ou pesquisar algum produto, façam uma análise na web e as empresas que não estão presentes na busca, acabam perdendo clientes.

Tanto as empresas que já possuem um endereço físico, quanto àquelas que ainda estão no começo do negócio devem tomar alguns cuidados antes de investir no empreendedorismo virtual.

Estudar as várias possibilidades de se inserir na internet por meio de um planejamento estratégico é um ponto essencial que vale ressaltar. No planejamento deve conter estudos voltados ao segmento em que seu negócio atua: público-alvo, concorrentes, entre outras informações.

Outro ponto importante a ser decidido deve ser baseado nas respostas das seguintes perguntas: em que tipo de plataforma eu devo me inserir? Qual vai ser a plataforma que vai chamar a atenção dos meus clientes e que o meu negócio necessita? Site Institucional, Loja Virtual ou Redes Sociais? São tópicos que devem estar descritos de forma clara e objetiva no planejamento estratégico.

Abaixo, algumas dicas listadas pelo site 2GetMarketing, podem ajudar no momento de implementar seu negócio na internet e traçar as metas no planejamento estratégico:

1 - Saiba o que é importante para os seus clientes.
Fale com seus clientes e pergunte quais aspectos de seu negócio podem ser melhorados. Telefone ou mande e-mails. Instale alguma ferramenta no site que permita seus clientes darem feedback.

2 - Pense estrategicamente.
Faça com que cada atividade agregue valor para o tipo de negócio que você quer ter. Escreva seus objetivos estratégicos e estabeleça os passos necessários para atingi-los e programe planos de ação.

3 - Diferencie o seu negócio.
Como você vai se diferenciar de seus concorrentes? Quais serviços e posicionamento você vai adotar para isso? Que valor diferenciado você agrega aos seus clientes?

4 - Crie uma newsletter ou blog para se comunicar com sua comunidade.
Utilize ferramentas de blog ou programas de e-mail para gerenciar seu cadastro de e-mails e criar peças com boa qualidade de apresentação.

5 - Automatize seus processos.
O processo de automação gera maior produtividade e diminui custos, permitindo que sua empresa cresça de forma mais eficiente, ordenada e menos trabalhosa. Adote soluções de software para diferentes processos internos.

6 - Seja inovador.
Crie novas formas de pensar o seu negócio, adote maneiras não convencionais de agir que possam diferenciar o seu negócio.

7- Faça Network.
Comece a utilizar ferramentas de mídia social. Aprenda como alavancar oportunidades de negócio com elas. Via network você poderá achar novos fornecedores, parceiros, clientes e até colaboradores.

É interessante lembrar que a escolha da empresa que irá criar a sua plataforma mediante a sua necessidade é de extrema importância, por isso a Construir Sites oferece os melhores serviços, pois é especializada em desenvolver soluções em internet. Solicite o seu orçamento por meio do nosso site ou telefone.

Entre em contato conosco!
(83) 3252-1378 / http://www.construirsites.com.br/
 

Construir Sites Realiza Treinamento Para Novos Colaboradores

23/11/2014

Visando aprimorar o seu atendimento e aproximar ainda mais o cliente dos seus colaboradores, a Construir Sites realizou esta semana um treinamento de vendas para seus novos funcionários.

Foram três fases de treinamento: a primeira baseou-se no conhecimento da Supervisora Comercial, Ana Cláudia Borba e teve como tema “Técnicas de Negociação”. Já na segunda fase foram apresentados os produtos e serviços da empresa no que tange funcionalidade e disponibilidade. Na terceira e última fase deste treinamento, foi realizado um bate-papo com Alcir Lima – Empresário e fundador da empresa, no qual os colaboradores puderam esclarecer todas as dúvidas referentes a sites, lojas virtuais e sistemas de internet.

A Construir Sites busca dar todo apoio para que os seus colaboradores possam atender o cliente sempre com qualidade e com a atenção que merecem.

Ficam aqui as boas-vindas e os votos de muito sucesso aos colaboradores: Priscila Rosales e Bueno Aires. 

Saiba Por que é Importante Ter um Website

23/11/2014

Estar na internet nos dias de hoje é de fundamental importância para o fortalecimento da sua marca. Com o aumento da interatividade, é possível atender todas as necessidades do internauta através da web. Um site bem desenvolvido e criado por profissionais gabaritados no assunto torna-se a vitrine do seu negócio e um investimento baixo se comparado ao lucro que pode trazer.

Cerca de 90% das empresas possuem algum tipo de presença online. Na sua maioria na forma de site institucional, ou seja, um site que explica o que é a empresa mostra os seus produtos e serviços, possui localização e telefone para contato. Esse é o seu cartão de visitas online. Há também outra forma de manter-se ativo na rede, é o chamado e-commerce, no qual seus produtos podem ser comercializados na internet através de uma loja virtual.

De acordo com o site E-commerce.Org, cerca de 30% a 40% das visitas recebidas em um site chegam através de buscadores, sendo assim, aumenta a oportunidade de novos negócios e amplia a sua atuação em nível geográfico.

Um site de alta qualidade, desenvolvido e pensado estrategicamente por empresas de credibilidade no mercado como Construir Sites, sai a partir de R$ 2.500,00 a preços especiais.

*Visite o nosso site e solicite o seu orçamento online!
http://www.construirsites.com.br/orcamento-de-site

 

Outubro Rosa: A Informação Pode Levar à Cura

23/11/2014

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. Mas, se diagnosticado e tratado logo no início, as chances de cura aumentam expressivamente.

Uma arma muito importante nessa luta é a informação. E é nesse contexto que é realizado o movimento Outubro Rosa numa tentativa de conscientizar e sensibilizar as pessoas com relação às chances de cura diante de um diagnóstico precoce da doença.

Esse diagnóstico pode ser feito através do autoexame realizado pela própria mulher que consiste em detectar estágios iniciais da doença e também através da mamografia, exame indicado para todas as mulheres com idade igual ou superior a 40 anos.

No Brasil, a campanha visa chamar a atenção da população para a problemática do câncer de mama com diversas ações e a mais conhecida delas é a iluminação rosa que significa a união dos povos pela saúde feminina. Outra forma de manifestar apoio à campanha é com o uso do lacinho rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama.

A luta é evidenciada no mês de outubro, porém temos o ano todo para vencer essa doença e mostrar que juntos somos fortes nessa batalha.

Plataforma Magento é Considerada a Mais Popular Entre as Lojas Virtuais no Mundo

23/11/2014



Lançada no ano de 2008, a plataforma Magento vem alcançando cada dia mais um maior número de admiradores. Por se tratar de uma ferramenta altamente personalizável e segura para lojas virtuais, a Magento tornou-se líder no mercado e já conquistou marcas conceituadas em todo o mundo.

O software open source oferece uma gama de características que facilitam a gestão do comércio eletrônico. Alguns desses recursos mais populares são: a gestão de catálogo, a navegação do produto, gestão de frete, atendimento ao cliente e elaboração de relatórios e análises. Todos estes recursos são variáveis e escolhidos, entre outros, de acordo com a necessidade do cliente mediante uma análise prévia de seus anseios relacionados ao seu negócio.

Diante de todas as suas características, a plataforma Magento já está entre as mais populares e utilizadas mundialmente. Marcas como Nokia, Samsung, Ford, GoodYear, Americanas, NetShoes, Nike e muitas outras, utilizam a Magento em suas lojas virtuais.

*Faça seu negócio render na internet usando a plataforma Magento. Solicite o seu orçamento conosco através do nosso site, e-mail ou telefone.

Telefone: (83) 3252-1378
Link direto para o orçamento: http://www.construirsites.com.br/orcamento-de-site
E-mail: atendimento@construirsites.com.br
 

Construir Sites Apoia o Campus Festival 2013

23/11/2014

O Campus Festival foi criado com o objetivo de reunir e unir, através de atividades acadêmicas e culturais, estudantes universitários em torno de um debate que aborda o dia-a-dia dos jovens.

Com o tema “Inovação, Criatividade e Cultura Digital”, o Festival visa colocar em prática os grupos conectados virtualmente em contato direto, por meio de um bate-papo real onde os participantes poderão interagir através de discursões sobre os assuntos propostos no tema e subtemas, tais como: produção cultural independente, música, educação, tecnologia, crowdfunding, economia colaborativa, sustentabilidade, empreendedorismo, redes sociais e política.

Vale ressaltar que o evento acontece em meio a um festival de música, ou seja, o ambiente é propício à criatividade. E é neste contexto que artistas e bandas regionais poderão apresentar e divulgar o seu trabalho junto à comunidade universitária.

Toque no Campus

A partir da ideia de dar oportunidades às bandas regionais para se apresentarem no evento, surgiu o Toque no Campus. Foram abertas duas vagas no portal Toque No Brasil e cerca de 180 bandas se inscreveram neste concurso até então. 

Palestrantes

- Marcelo Tas;
- Carlos Latuff; 
- Luis Otávio; 
 - Rodrigo Silva;
- Beto Chaves;
- Juliana Castro; 
- Tarcio Handell; 
- Clauirton Siebra; 
- Jefferson Bettini;
- Cida Ramos;
- Léo Uchoa; 
- Ricardo Oliveira.

*A Construir Sites patrocina e apoia este evento como forma de mostrar aos jovens a importância de um debate saudável sobre os temas da atualidade que afetam diretamente a sociedade e também incentiva a troca de conhecimento entre culturas diferentes.

INFORMAÇÕES
Local: Centro de Convenções de João Pessoa - PB
Data: 08 e 09 de novembro de 2013
Site: http://www.campusfestival.com.br 

Você Conhece o Web Design Responsivo?

23/11/2014


Acessar sites pelo smartphone ou tablet virou uma rotina entre as pessoas tanto no Brasil quanto no mundo. A popularização nos preços dos eletrônicos fez com que grande parte dos internautas obtivesse o poder de compra destes aparelhos, aumentando assim, os acessos entre os sites que antes apenas eram visualizados pelo computador.

A partir de então foi detectada a necessidade de adaptar os sites antes acessados apenas por PC para outros tipos de plataforma visando um melhor desempenho da visualização para o usuário da internet.

Foi desta maneira que surgiram os sites responsivos, ou seja, independente da plataforma a qual será acessado, o site irá reconhecer e se adaptar ao navegador utilizado. Este procedimento veio facilitar, pois em vez de criar um site específico para o acesso em dispositivos móveis (mobile) e outro para os desktops você cria somente um site que irá se adaptar a diversos navegadores com a mesma qualidade de visualização.

De acordo com o Mestre em Interação Humano-computador, Eduardo Brandão, em matéria publicada em seu site, existe diversas vantagens nos sites do tipo responsivo, seguem algumas:

- O design responsivo permite que você tenha apenas um site que pode ser visualizado tanto em um computador quanto em um smartphone. Dessa forma, quando o usuário acessa um site responsivo, o dispositivo determina qual a melhor maneira de exibir a página.

- Além de se ajustar aos diferentes tamanhos de tela, o site responsivo também tem a vantagem de ser consistente. Como o conteúdo básico do site é sempre o mesmo, independente da plataforma utilizada, os usuários têm uma experiência mais uniforme (pois ela é similar entre diferentes dispositivos). Dessa forma, as pessoas não precisam aprender a usar o site novamente, quando ela vai de um dispositivo para outro.

- Outra vantagem é o fato do site responsivo possuir apenas uma URL, o que a torna simples e mais fácil de compartilhar ou linkar. Com o design responsivo, sempre que alguém compartilhar um link, não importa como (ou através de qual dispositivo) ele chegou até aquele site - o usuário sempre vê o site que for melhor para o dispositivo. Essa URL única também é mais fácil para rastrear através de ferramentas de analytics, além de não ser necessário se preocupar com redirecionamentos para outros dispositivos.

- Através do design responsivo, é possível manter o site ”à prova de futuro”. Ou seja, quando um novo dispositivo surgir, será preciso apenas adicionar uma nova folha de estilo CSS e algumas linhas de código e pronto!

Agora que você conhece o site responsivo e deseja ter ou atualizar o seu site, entre em contato com a Construir Sites e solicite o seu orçamento.

Crescimento das Lojas Virtuais no Brasil

23/11/2014



As lojas virtuais sugiram em meados dos anos 90, mas apenas recentemente viraram febre no Brasil. A facilidade no pagamento com a utilização de cartão de crédito e boleto bancário, além de outras plataformas financeiras, é um incentivo a mais para os chamados “e-consumidores”. A comodidade de comprar sem sair de casa, escolher com calma os produtos e até mesmo a facilidade em pesquisar os preços mais baratos, são itens que fazem as pessoas aderirem cada vez mais a este tipo de compra.

O chamado comércio eletrônico também é uma ótima oportunidade para os pequenos empresários. Além de ser um meio eficiente de compra e venda, as inúmeras ferramentas possibilitam uma concorrência justa com o grande comércio varejista e é um investimento que garante o lucro devido ao mercado promissor.

Quanto mais o consumidor sente-se seguro com a compra, mais ele vai comprar, ou seja, a tendência é que as pessoas se adequem com os procedimentos de compra e venda da loja virtual, deste modo a demanda será maior para àqueles que investem nessa área.

Veja aqui os dados estatísticos para o ano de 2012 com base no site EcommerceOrg:

Usuários da Internet - aumento de 650%

Além de representar o grau de penetração da Internet na sociedade brasileira, o número de pessoas com acesso à Internet é a base sob a qual se sustenta o crescimento do ecommerce. Em 2001 nós ultrapassavamos a barreira de 12 milhões de pessoas com acesso a Internet. Este número representava, na ocasião, 7,6% da população brasileira. Já em 2012, deveremos fechar o ano com mais de 90 milhões de pessoas conectadas a web, considerando-se todos os principais canais de acesso: residenciais, no trabalho e nas lan-houses, segundo dados do Ibope Nielsen. Esse número representa mais de 45% da população brasileira e um salto de 650% em relação ao número de usuários em 2001. O que está diretamente relacionado à próxima métrica fundamental.

Compradores da Internet - aumento de 3.536%

No ano de 2001 comemorávamos a superação da barreira de um milhão de usuários. 1,1 milhão para ser mais exato, o que representava na ocasião pouco mais de 0,6% da população brasileira. Segundo dados da empresa eBit, fecharemos 2012 com cerca de 40 milhões de consumidores on-line, o que representa mais de 20% da população e nos leva ao crescimento de 3.536% no período de 11 anos. Esse fabuloso aumento na base de econsumidores demonstra a intensidade com a qual o brasileiro abraçou o ecommerce e que propiciou também a expansão do faturamento, conforme a métrica seguinte.

Faturamento do ecommerce - aumento de 4.400%

Em 2001, o ecommerce B2C faturou no Brasil pouco mais de 0,5 bilhão de reais, o que sequer despertou interesse na mídia em geral, principalmente pelo fato de que as pessoas estavam ainda impactadas pela quebradeira geral de empresas ponto-com ocorrida nos Estados Unidos na virada do milênio. Mas o fato é que a semente do ecommerce germinou e cresceu cada vez mais forte. A uma taxa média de crescimento ao redor de 30% ao ano, as vendas do varejo on-line deverão fechar 2012 com cerca de 22,5 bilhões de reais o que nos leva a soberba taxa de crescimento de 4.400% no período de 12 anos. Você conhece algum setor que tenha crescido com taxas sequer parecidas em tão pouco tempo?

*Com informações de: http://www.e-commerce.org.br/