Blog da Construir

Atualize-se com informações sobre a nossa empresa.

A Construir Sites é matéria da TV Cabo Branco

28/07/2011

A matéria da TV Cabo Branco com a Construir Sites vem mostrar o novo programa do Sebrae, com incentivo à inserção no  mercado virtual, setor que  ganha cada vez mais espaço.

 

Veja a matéria: http://www.youtube.com/watch?v=cwWn82QSUAQ

Projeto destina mais de meio milhão para MPE paraibanas criarem identidade na we

27/07/2011

Um projeto genuinamente paraibano estimulará micro e pequenas empresas do Estado a utilizar a internet como ferramenta para seus negócios. Criado pelo Sebrae Paraíba com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, o Ponto Com disponibilizará R$ 700 mil de investimentos e até 50% de subsídios para criação de sites, sistemas de e-commerce e catálogos online.

O grande objetivo da empreitada é promover a inclusão das MPE paraibanas na Internet por meio de subsídios, integrando a necessidade dos usuários com os serviços ofertados pelas empresas desenvolvedoras de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) também da Paraíba. Dessa forma os benefícios circulam dentro do Estado promovendo uma mão dupla entre as empresas: as que procuram soluções de tecnologia e as que ofertam o produto.

“Estamos vivendo no Estado um cenário muito interessante para as MPE. Apoiá-las para a imersão no universo digital não poderia ficar para trás, já que pesquisas mostram que quem está lá consegue aumentar a produtividade em até 10%, além de mostrar taxas de crescimento até duas vezes maiores em relação àquelas que não possuem presença na web”, explicou Julio Rafael, superintendente do Sebrae na Paraíba .

Os serviços, que serão oferecidos por cerca de 30 empresas paraibanas de TIC, estão divididos em três pacotes. Os valores vão do mais básico, para a construção de websites, que é feito por R$ 600 e com o subsídio sairá por R$ 300, até os pacotes de catálogos digitais que custam R$ 800,00 e saem por R$ 400,00. Já os valores para a construção de sistemas de e-commerce serão disponibilizados sob consulta.

“Os preços dos serviços oferecidos pelas empresas ligadas ao projeto já estão abaixo do valor praticado no mercado e, com o incentivo institucional de 50%, eles se tornarão ainda mais atrativos”, comentou o secretário executivo da Indústria e Comércio, Marcos Procópio.

Os recursos da iniciativa serão oriundos de outro programa do Sebrae, o SebraeTec, que garante acesso à inovação para as micro e pequenas empresas de todo o país. O Ponto Com pretende facilitar a entrada no universo dos negócios via web para duas mil empresas da Paraíba somente no período de um ano. De acordo com Danyelle Raposo, gestora do Farol Digital, os beneficiados pelo projeto contarão ainda com auxílio de consultorias que capacitarão as MPE para que elas percebam a internet enquanto canal de negócios.

Presença na web

Mesmo com todos os resultados positivos que a presença das empresas na internet traz, segundo dados Ibope, em uma pesquisa elaborada com 3,7 mil empresas de todo o país, a disparidade apontada pelo estudo é que mesmo habitualmente utilizando a internet, apenas 45% das empresas pequenas tem website. Desse volume 52% das que tem esse ambiente apresentam catálogos e listas de preços, 27% fornecem suporte pós-venda e só 18% apresentam sistemas de carrinho ou reserva de compras com 10% disponibilizando pagamento online.

Outro dado interessante é que mais da metade das pequenas empresas já fazem pedidos pela internet (51%). Esse volume cresce quando passam a ser médias, 70% das empresas desse porte utilizam a web como canal de pedidos. Já do universo das grandes são 74% que utilizam os pedidos online.

 

A Construir Sites faz parte deste programa e oferece todo o benefício do "Programapontocom", além de toda a qualidade do nossos serviços.

Venha fazer seu orçamento e entrar neste mercado que cresce cada dia mais!

Telefone para contato e maiores informações: (83) 3252-1378

Prefeituras sem Portal de Transparência ficarão impedidas de receber verbas fede

27/07/2011

Segundo o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, as Prefeituras dos municípios com mais de cinquenta mil habitantes que não disponibilizarem o seu Portal de Transparência na internet ficarão impedidos de receber recursos ou verbas federais.

O TCE viscalizará os sites, verificando se eles realmente estão no ar e atualizados. Só assim as Prefeituras poderão receber recursos oriundos do Tesouro Nacional.

Foi dado um prazo para que esses municípios se adequassem a nova medida e a maioria já cumpriu a determinação que cria um mecanismo de controle do próprio cidadão sobre as contas públicas.

Telefone fixo novamente fora de serviço

14/07/2011

Infelizmente, com toda essa chuva que aconteceu em João Pessoa,  nosso telefone fixo está fora do ar.

O problema já foi comunicado à Oi. Entretando, foi dado um prazo de 8 a 24h para solucionarem o problema.

Enquanto o telefone (83) 3252-1378 não funciona, nós continuamos com as nossas atividades normais, atendendo pelos celulares Oi (83) 8816-1661 e TIM (83) 9966-2076.

Programa Nacional de Banda Larga é lançado e será oferecido em 7 cidades da Para

07/07/2011

Na última quinta feira, 30 de junho, o Governo Federal lançou o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), acordado entre o Ministério de Comunicações e as quatro concessionárias de telefonia fixa (Oi, Telefônica, Sercomtel e CTBC).

Este programa ofertará internet banda larga de 1MB aos Estados com isenção de ICMS por R$29,80 e nos outros Estados por R$35,00.

Esta iniciativa tem a intensão de criar oportunidades, acelerar o desenvolvimento econômico e social, promover a inclusão digital, reduzir as desigualdades social e regional, promover a geração de emprego e renda, ampliar os serviços de governo eletrônico e facilitar aos cidadãos o uso dos serviços do Estado, promover a capacitação da população para o uso das tecnologias de informação e aumentar a autonomia tecnológica e a competitividade brasileiras, segundo o comunicado oficial do PNBL.

A Anatel deverá regulamentar a qualidade mínima de serviço de internet fixa e móvel no Brasil, que também valerá para o PNBL. Assim, será possível controlar a velocidade oferecida pelas operadoras de banda larga, que atualmente só garante 10% da velocidade nominal aos clientes.

Na Paraíba, sete cidades serão beneficiadas com este programa nos próximos 90 dias. Campina Grande, Campo de Santana, Araruna, Riachão, Dona Inês, Bananeiras e Duas Estradas terão internet com preço diferenciado.

Foram selecionadas 100 cidades para a 1ª fase do programa e a maioria está concentrada no Nordeste (58). A estimativa é que o serviço deve estar disponível em todo o país e em cerca de 70% dos domicílios até 2014. A velocidade também deve aumentar para até 5 megas (Mbps).


Fontes:
Superdownloads
 
Farol Digital