Blog da Construir

Atualize-se com informações sobre a nossa empresa.

Empresa Construir Sites orienta clientes a definir perfil da página virtual que

09/08/2012

Oito em cada dez micros e pequenas empresas que abrem as portas na Paraíba conseguem sobreviver aos 24 primeiros meses de atividade. Empatada na primeira colocação com Roraima e Ceará, a Paraíba alcançou um índice de 79% na taxa de sobrevivência acima dos dois anos. Ela também está entre os 18 estados que apresentaram evolução na taxa de sobrevivência desses empreendimentos.

As informações foram compiladas pelo Sebrae nacional a partir de registros da Receita Federal em quase 1 milhão de empresas abertas em 2005/2006 e monitoradas por quatro anos. A taxa da Paraíba fica acima da média nacional, que foi de 73,1%. Na região Nordeste é de 66%.

Antes de 2005, metade de novos negócios abertos não conseguia sobreviver a esse período, considerado crítico para a permanência das empresas no mercado.

Das que abriram suas portas em 2006, foram 78,8%. Neste ano, em estados vizinho como o Rio Grande do Norte (62,1%) e Pernambuco (58,2%) a taxa média ficou bem abaixo.

A taxa para as empresas paraibanas no setor do comércio sobe para 81%. O Estado fica em terceira colocação, perdendo apenas para Roraima I84%) e Ceará (83%).

Na ramo de pequenas indústras, a Paraíba lidera a taxa de sobrevivência, com 85%, sendo seguida por Piauí (84%) e São Paulo (82%). Está entre os nove estados que ficam acima da média nacional.

Também é a segunda colocada na área de construção civil, com taxa de 73%, ficando atrás apenas do Distrito Federal (77%).

No setor de serviços, porém, o desempenho não é tão bom. A médica nacional do Brasil é de 72%. A Paraíba fica na décima colocação, com taxa de 71%. Apenas quatro estados ficam acima da média nacional - São Paulo (77%), Minas Gerais, Roraima e Distrito federal (75%)


A taxa paraibana também é superior à média comparada com 12 países monitorados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, entre eles Holanda, Hungria, Canadá e Nova Zelândia. 

Veja a notícia no Portal UOL: http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/economia/empresas/2012/08/09/NWS,213152,10,173,NOTICIAS,2190-PARAIBA-MAIOR-TAXA-SOBREVIVENCIA-MICROS-PEQUENAS-EMPRESAS-PAIS.aspx